Home » Blog » Comunidade de Quatipuru cobra recuperação de escola estadual


Alunos e professores da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio João Paulo I, localizada em Boa Vista, no município de Quatipuru, estiveram na manhã desta terça-feira (28) na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) para denunciar o total descaso do poder público com a comunidade escolar.

Segundo a diretora Natalena do Socorro Ramos, as aulas foram suspensas no ano passado, devido às péssimas condições da escola, que colocavam em risco a vida de professores e alunos. Construída às margens do Rio Campinho, a escola já perdeu o muro de arrimo e agora está perdendo parte da estrutura pelo processo de erosão.

A João Paulo I é a única escola da comunidade e atendia 618 alunos, número que caiu para 528 este ano. A escola está fechada e os alunos foram obrigados a estudar nas escolas municipais. “Mas nem todos puderam ser alocados em outras escolas”, diz o professor Luís Souza, prefeito de Quatipuru. “Além disso, os 200 dias de período letivo foram resumidos em apenas 60 dias de aulas. Já vamos começar outro período letivo e não há nenhuma solução”, reclama.

O deputado Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, ouviu as reclamações dos alunos e professores e encaminhou uma comissão à Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para cobrar do poder executivo uma solução para o problema. Segundo a comunidade, uma comissão da Seduc chegou a visitar a escola para avaliar os estragos causados pela erosão, mas até agora nada foi feito. Uma nova escola começou a ser construída em 2009, com capacidade para doze salas de aula, mas as obras não tiveram prosseguimento. 

Cadastre seu email em nossa Newsletter e receba nossas notícias.

 
© Copyright 2017 Bordalo - Todos os direitos reservados.